Imagem - Getrak
Imagem - Getrak
Empreendedorismo
7 de janeiro de 2019
Segurança no transporte: vejas as principais tendências para 2019!
g
Publicado por
Getrak
Compartilhe:

Ao solicitar um serviço de transporte de carga, o que todo cliente deseja é que seu produto chegue no momento certo e sem perda de qualidade. Infelizmente, contudo, não se pode prever os problemas que ocorrem nesse processo de entrega. Justamente por isso, é fundamental ter medidas preventivas e corretivas para garantir o melhor serviço ao consumidor.

Dentre as causas mais comuns de falhas na segurança no transporte, estão:

  • falta de capacitação ou treinamento do motorista;
  • infraestrutura precária das rodovias brasileiras;
  • jornada de trabalho excessiva;
  • frota defasada;
  • falta de manutenção;
  • falha ou falta de roteirização do percurso;
  • excesso de peso da carga.

A boa notícia é que todas elas podem ser contornadas ou minimizadas. Quer saber como? Continue lendo o nosso post e conheça as principais tendências de segurança no transporte para 2019!

A importância de se preocupar com a segurança no transporte

Em primeiro lugar, é preciso investir em tecnologias de segurança para se destacar da concorrência, mas sem aumentar os gastos. As companhias que têm sucesso nessa empreitada ganham maior destaque, pois convencem clientes e prospects de que são a melhor opção e podem manter seus fretes baixos, atraindo ainda mais consumidores.

Mas esse gerenciamento de riscos também traz ganhos para empresa na economia de recursos, no aumento de produtividade e, obviamente, na segurança da carga. E isso não começa no momento da contratação do frete, mas sim na própria seleção e capacitação dos motoristas, terminando no momento da entrega da carga intacta ao cliente.

É exatamente o entendimento completo desse processo que garante um aumento na segurança do serviço. A utilização de veículos adequados para cada tipo de carga, o cuidado no armazenamento, os controles informatizados de monitoramento e a utilização de mecanismos modernos de comunicação são as principais medidas de prevenção de riscos.

As principais tendências para 2019

Big data para transporte

Cada vez mais as empresas estão investindo na implementação do Big Data em seus sistemas internos. Basicamente, essa tendência pode ser aplicada para cruzar informações e obter dados privilegiados sobre custo ou consumo dos veículos, dirigibilidade dos motoristas etc. Alguns outros benefícios da sua utilização são:

Imagem - Getrak
Material Rico

Tudo que você precisa saber sobre rastreamento, monitoramento e telemetria!

  • conectividade otimizada (com a integração do Big Data, o rastreamento fica mais vasto e seguro);
  • facilidade na interpretação e visualização de processos (modernização da gestão de transporte);
  • redução de custos (com o auxílio do Big Data pode ser feita a manutenção preditiva, reduzindo os custos com quebras e defeitos de veículos, por exemplo).

Monitoramento via mobile

Outro aplicativo profissional que atua em diversas frentes, o monitoramento via mobile já conta com diversos modelos. No geral, pode ser exercido tanto para transformar smartphones, webcams ou tablets em uma câmera de segurança quanto para se adaptar como monitor remoto para câmeras convencionais instaladas no veículo.

De toda forma, essa tendência registra as imagens na nuvem e oferece transmissões em tempo real, que ainda podem ser acessadas posteriormente. Apesar de ele ser obtido por download gratuito, para desfrutar desse serviço é necessário pagar uma mensalidade. O app tem versões para iOS, Android, Windows 8/8.1/10 e Windows Phone.

Smart truck

As marcas mais conhecidas atualmente já projetam os seus veículos pensando na integração com a tecnologia. É aqui, portanto, que surge o conceito de smart truck. A ideia, como o nome já sugere, é tornar os caminhões inteligentes. Nessa perspectiva, a meta é implementar uma tecnologia veicular que auxiliará no rastreamento de uma carga determinada, do instante em que ela é carregada até o seu destino.

Melhorar a segurança, aumentar a conectividade e experimentar a condução automática são alguns dos seus objetivos ao trazer para o mercado esse “caminhão do futuro” — sem esquecer o sistema de navegação por satélite mais preciso.

Telas de bloqueio

Esse equipamento pode ser instalado em qualquer local em que se pretende impedir o acesso de pessoas não autorizadas. Pensado para a instalação em residências, também pode ser usado em caminhões, carros-fortes, cofres e galpões.

As telas de bloqueio podem ser acionadas de forma manual, por meio de botoeira, por controle remoto ou por sensor de proximidade. No caso de instalações fixas, também podem ser desligadas para permitir a passagem de pessoas. Suas principais características são:

  • alto potencial comercial para ser explorado por empresas do setor no mercado;
  • alta receptividade e interesse por profissionais do meio e pela mídia especializada;
  • item sem concorrentes em seu fragmento, sendo um complementação aos instrumentos que já existem;
  • converte o momento principal da fragilidade em 100% de bloqueio;
  • baixo custo para montagem.

Como aumentar a segurança no transporte

O Brasil conta com um território continental, o que, muitas vezes, deixa o motorista e o veículo vulneráveis a riscos por maior tempo. Além dessa distância, existe ainda a pressão pelo cumprimento de prazos, que contribui para o aumento de acidentes envolvendo veículos de carga.

Geralmente, paradas para almoço, descanso semanal, intervalos para repousos e jornada máxima de trabalho são os mais desrespeitados direitos da Lei 13.103, conhecida popularmente como a Lei do Caminhoneiro, originada para promover mais segurança e aumentar a qualidade de vida dos motoristas. E é justamente esse desrespeito que gera parte dos problemas mais graves — dado que a fadiga, o sono e fome trazem uma perda de reflexo significativa. Desse modo, a segurança do motorista e de todos que cruzam o seu caminho fica comprometida.

Apesar da fiscalização executada pelas instituições governamentais, também não é difícil de encontrar veículos trafegando acima do limite de peso permitido. Esse tipo de situação, além de prejudicar a infraestrutura das estradas, é outro fator de risco e contribui para a ocorrência de acidentes.

Algumas dicas para aumentar a segurança nos transportes

Para melhorar a segurança do seu transporte, por fim, separamos algumas dicas. Dessa forma, a logística empresarial pode ser menos estável. Veja quais são:

  • evitar regiões perigosas em horários sem movimento;
  • dar treinamento aos motoristas;
  • realizar manutenção nos caminhões;
  • utilizar o veículo correto para o transporte a ser executado;
  • transportar com o peso ideal para o veículo.

Evitando-se todos esses hábitos e infrações, é possível aumentar bastante a segurança no transporte das cargas na logística da sua empresa, além de evitar qualquer tipo de prejuízo. Além disso, como vimos, a instalação de um sistema integrado para o monitoramento da frota é, provavelmente, a ferramenta mais eficaz para garantir a segurança das cargas na logística. Pense nisso!

Enfim, gostou do nosso post? Sobrou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe-nos o seu comentário e divida sua opinião conosco!